terça-feira, abril 01, 2008

outros pontos negros...

"semáforo de Esporões" - Braga
lat. 41º 30' 33,23" N / long. 8º 25' 06,93" W
Como tantos outros por este país fora, o que pretendia ser um limitador de velocidade ou um dispositivo de protecção aos peões, acaba por se tornar um simples desperdiçador de combustível:
- torna-se vermelho mesmo que o veículo circule a 50 km/h;
- demora uma "eternidade" a regressar ao estado "verde".

Estudos indicam que é no "pára-arranca" que mais se desperdiça combustível. Então, se não para proporcionar alguma poupança aos condutores portugueses, ao menos por respeito para com o ambiente haja alguém que se encarregue por verificar a (des)calibração dos semáforos limitadores de velocidade de forma a garantir que, não havendo peões a solicitar o atravessamento, um condutor que siga à velocidade permitida não encontre o semáforo fechado.

Uma outra razão ainda. Durante a noite, pode ser arriscado parar num local ermo para deixar passar um "peão invisível"... Além disso, tem sido notório o alarme social com o aumento do número de ataques de car-jacking! E há igualmente o perigo de se parar e levar com um condutor distraído (ou outra coisa) em cima... Tudo isto aconselharia, pois, a que os responsáveis tomassem especial cuidado para que os semáforos não estivessem (como estão) a dar ordens (automáticas) de paragem em circunstâncias nas quais o sinaleiro (que substituiram) jamais o faria!

Caso contrário, corremos o risco de começar a encarar o "sinal vermelho" como na Itália: um mero sinal de "informazione" e não de proibição.

--------------------------------------------------

o buraco (por tapar) junto à quinta da... tapada
Lat. 41°15'39.49"N Long. 8°18'15.37"O


Ao cuidado do Instituto das Estradas de Portugal, da Câmara Municipal de Lousada ou de quem quer que tenha a responsabilidade da conservação da estrada N106 no troço frente à quinta da Tapada, em Nespereira - Lousada: está um buraco aberto, suficiente para lá caber uma roda no pavimento da rua!

Trata-se provavelmente de uma entrada de águas pluviais sem a respectiva grade de protecção. Mas quando os condutores, no sentido Penafiel-Guimarães, se desviam de alguém que, junto do centro da via "dá o pisca" para a igreja de Nevogilde, correm sério risco de danificarem a suspensão ou de sofrer um acidente grave, uma vez que a roda pode ali ficar presa.

1 comentário:

LBR disse...

Hoje mesmo, um leitor do cidadaniaPT, alguém que lá partiu a suspensão do carro ou, o que é mais provável, um transeunte consciencioso colocou um pau com uma pequena bandeira naquela auto-armadilha junto à quinta da Tapada. Em nome da AVCPESI - associação (virtual) de condutores portugueses à espera de uma solução IEP - Muito Obrigado!