segunda-feira, novembro 12, 2007

ontem houve "gato" na RTP? Fede...


O que terá acontecido para que, logo ao sexto programa, os "gato fedorento" (GF) - líderes da oposição ao (des)governo Sócrates - não tenham ido para o ar em directo como se esperava? No verão, de férias, ainda se compreendia o preenchimento do espaço com uma espécie de... rapsódia best of... Agora em pleno inverno e com uma actualidade política e social tão cheia de risível e até ridículo, parece pouco provável uma "branca" na torrente criativa destes fab four.

Resta-nos especular, para não deixar de lado nenhuma "linha de investigação" plausível, alguma nova tentativa ilegítima de intromissão nos critérios "pilheriais"... Ou até "já estava previsto"?... Ou teria sido por algum motivo pessoal, naturalmente respeitável - doença súbita de algum dos quatro ou familiar próximo? Nesse caso, certamente que lhes assistiria todo o direito à reserva da privacidade - mas então competiria à RTP dar alguma satisfação aos milhares de espectadores que ontem à noite levaram uma "banhada" com a repetição meio anacrónica de sketches desta série... O efeito foi uma espécie de... imagine-se "a conversa de Marcelo" retransmitida uma semana depois. Quando o professor não pode, não há programa - ponto! Não se alegue que a retransmissão é prática corrente em programas de comédia e humorismo. É que o "diz que é uma espécie de magazine" - para muita gente do lado de cá - tornou-se algo mais do que um mero "silêncio, vamos rir". A alguns... faz pensar. E faz o que alguns (cada vez mais) pensam.

Regressa-nos ao espírito uma curiosidade incómoda: seria bastante interessante conhecer o conteúdo do contrato celebrado entre a "pro-governamental" RTP e os GF. Suponha-se que o poder algum dia considera que "desta vez os GF ultrapassaram os limites (justamente aqui podia ser elucidativo o texto do contrato...) - será que o contrato prevê alguma cláusula "anti-fugas", impedindo os GF de publicamente apresentarem a sua versão dos factos, como certos concursos inibem as suas pseudo-criações de terem "agenda própria" durante uns tempos?...

2 comentários:

JPG disse...

Não haverá aqui algum equívoco?
O programa dos GF é emitido aos Domingos e não às 2ªs Feiras.
Não sei, porque não vi, mas todas as programações (inclusive em papel) indicam a transmissão para as 21:30 de Domingo; ora, como não vejo qualquer outra referência, na blogosfera, a uma possível não transmissão do último programa, parece-me que esse terá sido de facto emitido, no passado dia 11.
Mas posso estar enganado, é claro.

"Ontem fartei-me de rir com um sketch do Gato Fedorento sobre as Juntas Médicas(...)" (num blog, com data de 12.11)

LBR disse...

Caro JPG,

Tem razão. O texto foi escrito ainda na segunda mas só acabou por ir "para o ar" após a meia noite. "Ontem" referia-se realmente a domingo... Corrigi. Obrigado pelo reparo.

As dúvidas, porém, subsistem... Chegou-me um "zunzum" de que já estaria previsto... Agora que tinha interesse conhecer o contrato, lá isso tinha. Supostamente, em regra as empresas públicas assinam contratos públicos, certo?...